Nove Questões Sobre Mashiach

1 – O “Messias” não é uma idéia cristã?
Mashiach origina-se na Torá judaica e nos Profetas. O conceito foi mais tarde emprestado e alterado por outros.

2 – Qual a importância de Mashiach para o Judaísmo?

Muito grande. É um dos Treze Princípios Fundamentais do Judaísmo. “Eu creio na vinda do Mashiach todos os dias, e mesmo se ele tardar, espero por ele.”

3 – A crença no Mashiach não é uma fuga da realidade?
Não. Não vivemos à base de malas prontas. O Judaísmo é realista, prático e vive no aqui e no agora. Planejamos à frente normalmente, mesmo sabendo que nossa situação atual é esperar pela vinda iminente do Mashiach.

4 – O “Mashiach” não é apenas um eufemismo para uma paz utópica na Terra?

Não se trata de um desejo esperançoso ou fantasia, mas uma promessa Divina freqüentemente repetida de que uma pessoa e eventos especificos mudarão o mundo para melhor.

5 – Quem será o Mashiach?

Um humano descendente do Rei David, comprometido com toda a Torá, reunirá todos os judeus em Israel, reconstruirá o Templo e trará a paz universal.

6 – Por que esperamos ansiosamente a vinda de Mashiach?

Além de trazer paz a Israel e eliminar o sofrimento em todo o mundo, toda a criação será levada à realização. Por mais confortáveis que possamos parecer atualmente, nosso mundo continua incompleto, para dizer o mínimo.

7 – Nosso mundo mudará drasticamente?

Inicialmente, o mundo continuará seu curso natural, mais tarde ascendendo a um estado sobrenatural, incluindo a Ressurreição dos Mortos. (Maimônides)

8 – A hora é agora?
Certamente esperamos que seja. Pode acontecer a qualquer hora, porém quanto antes melhor. Os eventos indicam que o tempo é propício, e devemos tentar concretizar o potencial.

9 – O que podemos fazer a respeito?

Cumpra mais mitsvot  – cada mitsvá aproxima a Redenção. Estude Torá para ter uma maior conscientização sobre Mashiach – para que a Redenção seja um apelo popular. Que ocorra brevemente em nossos dias!

Por Rabino I. Rubin, Diretor de Chabad em Albany, NY

6 pensamientos en “Nove Questões Sobre Mashiach”

  1. Antonio. Sento grande respeito por você e admiro seu tenacidad , já que sem falar nosso idioma seu participacion é constante. Ainda que falamos o mesmo idioma , o idioma do Noajismo. Obrigado

  2. Prezado Uriel,
    Realmente. às vezes o idioma faz com que tenhamos alguma dúvida sobre o que realmente o outro quer dizer. Mas, sin duda, nosso idioma realmente é o ser noájida. isso nos unifica.
    Shalom para todos!

  3. Prezado Amigo Antonio
    Muito bom seu tema sobre a questão do Mashiach. Realmente o estudo da Torá nos faz aprender mais sobre o que é e quem é o verdadeiro Maschiach e não as mentiras que são publicadas e pregadas as pessoas. 
    Podemos aprofundar mais o tema.
    Abraços
    Ziv.

Deja un comentario